Acompanhe as novidades

Otoplastia: o que é, como funciona e quais as principais recomendações

Otoplastia: o que é, como funciona e quais as principais recomendações

A otoplastia é um tipo de técnica cirúrgica utilizada normalmente para melhorar a condição das orelhas, sobretudo aquelas que possuem uma aparência indesejada, seja pelo seu formato ou tamanho. Muito atrelada à autoestima de homens e mulheres, esse procedimento pode devolver o bem-estar, além de tornar o membro mais simétrico em relação às demais características do rosto de um indivíduo.


Também conhecida como orelhas de abano, cuja orelha é mais proeminente em ambos os lados, ou a macrotia, que são orelhas grandes, são adquirem formatos inestéticos e podem ser observadas nos indivíduos que possuem essa condição por toda a vida. Como já destacamos, essas características normalmente afetam a autoestima de uma pessoa, comprometendo também sua sociabilidade — daí a importância de corrigir o problema.


A partir de uma técnica relativamente simples e pouco invasiva, a otoplastia oferece ótimos resultados, uma vez que corrige o formato, simetria e aparência geral das orelhas tanto em homens quanto nas mulheres. Pensando nisso, neste artigo vamos explicá-lo em que casos esse tipo de processo pode ser útil, seus benefícios e muito mais. Boa leitura!


Como a cirurgia plástica é realizada?


Após aplicada anestesia local com sedação ou geral, em crianças, o cirurgião plástico realiza uma pequena incisão na parte posterior da orelha, seguido pela dobra natural da mesma. Nesse sentido, é válido também lembrar que a técnica empregada varia em razão dos objetivos do procedimento.


Em casos onde busca-se minimizar a “orelha de abano”, pode-se realizar a remoção do excesso de pele, bem como enfraquecer a cartilagem, a fim de torná-la menos rígida. Em alguns casos, pode-se remover parte da cartilagem e tecidos sobressalentes, diminuindo assim as orelhas.


Na parte final do procedimento, utilizando pontos, fixa-se a cartilagem na parte posterior da orelha, observando o novo ângulo. Por fim, realiza-se o fechamento da incisão por meio de pontos cirúrgicos que, posteriormente, serão retirados.


Como se preparar para a cirurgia?


Alguns fatores devem ser observados em relação à forma com que a otoplastia deve ser realizada. Mesmo em se tratando de uma intervenção pouco invasiva, cuja recuperação não demanda muitos cuidados especiais e normalmente se dá de forma bem tranquila, sua realização ou não passa diretamente pela avaliação prévia das condições gerais do paciente, lembrando que podem haver contraindicações que precisam ser avaliadas em consulta.


Já em relação ao procedimento propriamente dito, a otoplastia ocorre em um ambiente hospitalar e demanda o uso de anestesia local com sedação, se paciente adulto, ou anestesia geral, se paciente criança. A duração média do procedimento gira em torno de 60 minutos e a internação hospitalar necessária é de aproximadamente 6 a 12 horas, podendo ser liberada a alta do paciente no mesmo dia.


Em via de regra, os cuidados pós-operatórios necessários estão relacionados a uma alimentação equilibrada, repouso completo, manter-se distante da exposição solar excessiva, sobretudo nas semanas seguintes ao procedimento, bem como não se deitar de lado, utilizar a medicação prescrição e a faixa de contenção, já que se trata de um equipamento fundamental para auxiliar a recuperação.


Lembrando que ao final da primeira semana, o paciente deve retornar ao consultório para realizar uma consulta no qual serão avaliados alguns aspectos da cirurgia, recuperação e extração dos pontos cirúrgicos. Se forem observadas alterações importantes do processo de cicatrização, podem ser implementadas novas abordagens durante a recuperação, como mudança de atividades específicas em casa.


Quais as recomendações e contraindicações da otoplastia?


A recomendação para realização da otoplastia é, assim como para outros tipos de cirurgias plásticas, relacionada a questões pessoais em relação à estética de uma parte do corpo — neste caso, a angulação e formato das orelhas. Nesse sentido, o procedimento cirúrgico consiste em indicações para amenizar esse tipo de característica, sobretudo quando ele provoca extremo incômodo ou insatisfação com a autoimagem do próprio paciente.


Normalmente o período da infância é o mais recomendado para a realização desse tipo de técnica cirúrgica, pois no caso das crianças, essa condição pode refletir em maiores prejuízos à sociabilidade, por exemplo. Por outro lado, é muito importante destacar que alguns fatores podem impedir a realização do procedimento, já que ela é contraindicada tanto para crianças quanto adultos, quando:


● há uma predisposição a queloides ou cicatrizes inestéticas;
● o paciente está exposto de modo recorrente e excessivo aos raios solares;
● apresenta o candidato a cirurgia doenças autoimunes, como a policondrite recidivante, já que essa afecção pode alterar as cartilagens, comprometendo assim a correta cicatrização;
● percebe-se alterações importantes em exames pré-operatórios, especialmente relacionados a problemas de coagulação, diabetes e/ou hipertensão fora de controle ou cardiopatias.


Como é o pós-operatório da otoplastia?


Como já destacamos anteriormente, o pós-operatório é bem tranquilo e não demanda muitos cuidados especiais, uma vez que a otoplastia é uma cirurgia pouco invasiva, sem dor ou trabalhosa. Porém, no caso de crianças vale destacar a importância de um acompanhamento mais rigoroso dos pais, especialmente em relação aos movimentos da criança, já que eles podem causar pancadas que comprometem todo resultado.


Nos dois primeiros dias, o paciente pode ter sua cabeça mantida enfaixada, com o objetivo de proteger a região operada. Porém, decorridas as primeiras 48 horas, as bandagens já podem ser removidas e o paciente pode até mesmo tomar um banho completo. Ademais, nos 30 dias subsequentes à realização do procedimento, recomenda-se o uso de bandagens de malha para proteção do local operado, pois assim minimiza-se as oportunidades de traumas, incluindo durante o sono.


Saiba como escolher uma clínica confiável para o procedimento


Assim como ocorre em qualquer outro tipo de procedimento cirúrgico de caráter estético, definir a equipe de profissionais e a clínica em que serão realizadas esse tipo de cirurgia são cuidados primordiais para garantir tanto a qualidade do resultado quanto o bem-estar dos pacientes, já que se minimizam inúmeros riscos e outros problemas. Nesse contexto, é válido verificar as qualificações e demais credenciamentos do profissional, bem como se certificar de que se trata de um cirurgião devidamente associado às entidades da classe.


Além disso, é igualmente importante analisar se as informações dos demais membros da equipe médica correspondem às exigências necessárias para quem faz parte desse tipo de procedimento, afinal, deve-se também conferir suas capacitações e experiências. Tão importante quanto a equipe médica é apurar se a clínica oferece todos os recursos necessários para uma cirurgia tranquila e segura.


Não apenas acomodações confortáveis, as clínicas devem contar com um centro cirúrgico completo e equipado com ferramentas adequadas, além de garantir também as normas de higiene. Nesse sentido, a clínica do Dr. Petrônio Fleury, cirurgião plástico com ampla experiência em cirurgias plásticas e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, é uma excelente alternativa.


Localizada no Setor Bueno, Goiânia (Goiás), o ambiente oferece total conforto, segurança e bem-estar, dispondo também de inúmeros serviços em cirurgia plástica — além, é claro, de contar com uma equipe igualmente experiente e qualificada para prestar todo suporte necessário aos pacientes antes, durante e depois de qualquer procedimento estético.


Portanto, se gostou deste artigo e deseja obter mais informações sobre a otoplastia, bem como outros procedimentos, basta entrar em contato conosco ou procurar um especialista de sua confiança!

Assine nossa Newsletter

Receba nossas novidades e mantenha-se informado.

Solicite uma ligação
e tire suas dúvidas
Fale com um de nossos atendentes ou, se preferir, nós ligamos para você.