Acompanhe as novidades

Blefaroplastia: o que é e quais os benefícios deste procedimento

Blefaroplastia: o que é e quais os benefícios deste procedimento

O excesso de pele na região das pálpebras é uma condição muito comum para diversas pessoas, sobretudo por conta do processo de envelhecimento natural. Nesse sentido, muitos incômodos são relatados por pacientes, principalmente em relação à autoestima e saúde dos olhos.


Contudo, vale destacar que através da blefaroplastia é possível tratar eficientemente as disfunções relacionadas ao excesso de pele, flacidez, rugas e bolsas de gordura nas pálpebras. A cirurgia plástica nos olhos também é indicada para tratar problemas de ordem clínica, tanto em homens quanto em mulheres.


Além de garantir excelentes resultados estéticos, ela pode promover uma maior qualidade de vida aos pacientes. Portanto, se deseja manter sua saúde ocular intacta e evitar um aspecto cansado e envelhecido dos olhos, está no lugar certo! Neste post vamos explicar como funciona, para quem é indicada e quais benefícios da blefaroplastia. Confira!


Afinal, o que é a blefaroplastia?

A blefaroplastia é um procedimento cirúrgico indicado para corrigir defeitos estéticos comuns durante o envelhecimento. Com o avançar da idade, o excesso de pele, as bolsas de gordura e a flacidez das pálpebras inferiores e superiores podem provocar uma série de problemas, sejam eles de caráter estético ou em razão do potencial comprometimento do sistema visual.


No caso do acúmulo de pele e gordura, por exemplo, a perda de colágeno é o principal responsável por esse tipo de alteração física, especialmente em pessoas idosas. Somado a isso, podemos destacar o fato de que a musculatura tende a se enfraquecer com o passar dos anos. Sendo assim, a blefaroplastia é uma cirurgia realizada para indivíduos que, após as primeiras três décadas de vida, começam a apresentar diversos sinais e marcas de expressão.


Como a cirurgia é realizada?

Em resumo, a blefaroplastia trata-se de um procedimento bastante simples. Normalmente aplicado em um ambulatório, a cirurgia se dá com anestesia local e tem duração média de duas horas, sendo a alta do paciente programada para o mesmo dia.


Vale destacar que, em alguns casos, recomenda-se a associação do agente anestésico com sedativo, para garantir maior conforto para o paciente durante o procedimento. Em seguida, o cirurgião demarcará a região da pálpebra no intuito de determinar a quantidade de pele e gordura que serão removidas.


Na prática, as incisões são efetuadas de forma minimamente invasiva. Dessa forma, o médico pode garantir que as cicatrizes remanescentes sejam imperceptíveis, não comprometendo, portanto, o resultado estético desse tipo de operação.


Cuidados pré e pós-operatório

Por se tratar de uma intervenção minimamente invasiva, a blefaroplastia não apresenta nenhuma contraindicação importante. Entretanto, como qualquer outro procedimento cirúrgico, o paciente deverá ser submetido à avaliação de eventuais riscos para sua saúde.


Nesse sentido, durante o pré-operatório recomenda-se que o paciente faça a primeira consulta com seu cirurgião de confiança para dirimir todas as questões que surgirem e até mesmo para minimizar os medos e inseguranças.


Ademais, no dia da cirurgia o paciente deve permanecer em jejum por pelo menos oito horas, abdicar-se do uso de medicamentos com propriedades anticoagulantes, principalmente aspirinas. O consumo de cigarros também deve ser suspenso pelos trinta dias que antecedem o procedimento.


Antes da realização do procedimento, o ideal é que o paciente mantenha doenças subjacentes como hipertensão e diabetes a níveis normais. Contudo, mulheres em período gestacional não podem submeter-se a este tipo de procedimento.


Por outro lado, após o procedimento, é comum que surjam alguns hematomas na região operada, porém, estes edemas tendem a desaparecer espontaneamente. Em resumo, a adversidade mais comum, embora rara, se caracteriza por sangramentos, sobretudo em pessoas hipertensas.


Já no pós-operatório, o paciente recém operado deve:

● manter-se em repouso;
● fazer compressas de água gelada;
● utilizar medicamentos recomendados em caso de dor;
● utilizar óculos escuros;
● deitar-se em uma cama com cabeceira elevada — para minimizar o edema na região;
● permanecer afastado de suas atividades normais por pelo menos 72 horas.


Quais são os benefícios desse procedimento?

A blefaroplastia trata-se de um procedimento muito satisfatório, sobretudo no que diz respeito à melhoria do aspecto estético das pálpebras. Por outro lado, ela é também muito importante para garantir mais saúde e bem-estar aos pacientes, já que essa técnica é indicada para tratar inclusive alguns tipos de tumores na pálpebra.
Confira, a seguir, outros benefícios da blefaroplastia.


Altera o músculo elevador

Em razão do excesso de pele e de bolsas de gordura, não tão raro percebe-se uma elevação no peso das pálpebras. Logo, os danos causados na córnea se tratam de consequências muito comuns. Sendo assim, aplicar esse tipo de procedimento — que permite a elevação das pálpebras — pode melhorar consideravelmente o funcionamento do sistema ocular, através do realce do músculo elevador da pálpebra superior.


Reduz o astigmatismo

O astigmatismo é uma condição oftalmológica provocada pela alteração na curvatura da córnea. Com isso, o indivíduo afetado apresenta problemas de visão tanto para enxergar objetos de perto quanto de longe. Por se tratar de um erro refrativo, a blefaroplastia pode minimizar o problema, proporcionando uma melhora na visão, em razão da maior percepção de cores e profundidade.


Evita a ptose palpebral

A ptose palpebral ou ptose mecânica é um problema decorrente da queda da pálpebra superior em um ou nos dois olhos. Isso pode ocorrer por conta da perda de elasticidade da pele que cobre os olhos, culminando na queda e levando prejuízos à visão. Além de impedir a abertura total dos olhos, essa condição pode causar um olhar mais cansado. Contudo, através da cirurgia de remoção do excesso de pele, evita-se esse tipo de ocorrência.


Melhora a estética e autoestima

Uma das principais vantagens de se realizar uma blefaroplastia passa diretamente pelos benefícios que esse tipo de procedimento oferece aos pacientes com alguma desordem na estética dos olhos. Por meio dela, elimina-se, por exemplo, o inchaço das pálpebras, reduz a flacidez e corrige as bolsas localizadas próximas às pálpebras caídas.


Nesse contexto, ao adotar esse tipo de procedimento, é possível conferir ganhos importantes à saúde e bem-estar dos pacientes, assim como sua autoestima, já que o ganho em harmonização facial permitirá um olhar mais discreto e estético.


Conclusão

É ainda um hábito muito comum que grande parte dos pacientes se sintam inseguros em relação à realização da blefaroplastia, muito em razão da falta de conhecimento sobre essa técnica. Para evitar medos e dúvidas que possam comprometer os resultados, no entanto, é muito importante contar com uma equipe especializada, afinal, o procedimento é rápido, simples e muito seguro.


De modo geral, o tempo médio gira em torno de duas horas e a anestesia é aplicada localmente, com a possibilidade de utilizar um sedativo leve. Em raras ocasiões, o paciente deve ser submetido a uma anestesia geral, portanto, vale verificar a necessidade de aplicá-la em cada caso.


Portanto, como você pode perceber, a blefaroplastia é um procedimento muito útil para garantir maior qualidade de vida e autoestima aos pacientes acometidos por alguma desordem na estrutura das pálpebras. Por meio dela, é possível garantir ainda um excelente rejuvenescimento facial, tornando a face mais harmônica e esteticamente saudável.


Gostou deste assunto? Se deseja obter mais informações sobre essa técnica cirúrgica, não deixe de entrar em contato conosco. Assim, poderemos dirimir quaisquer dúvidas em relação a este assunto e agendar sua avaliação!

Assine nossa Newsletter

Receba nossas novidades e mantenha-se informado.

Solicite uma ligação
e tire suas dúvidas
Fale com um de nossos atendentes ou, se preferir, nós ligamos para você.