Acompanhe as novidades

Hiperidrose: um problema constrangedor que pode ter fim

Publicado em 23/10/2018Hiperidrose: um problema constrangedor que pode ter fim

O suor tem como função controlar e estabilizar a temperatura corporal. Porém, são inúmeras pessoas que transpiram mais que o normal, acometidas pelo problema de saúde chamado hiperidrose.

Quer saber mais sobre esse problema e qual é o tratamento para ele? Continue lendo este artigo.

O que é a hiperidrose?

A hiperidrose é a produção excessiva de suor em várias regiões do corpo e é mais comum nas mãos, nos pés e nas axilas, um fato que desagrada bastante seus portadores, já que na maioria das vezes é constrangedora devido às manchas de suor nas roupas ou mãos e pés molhados.

O que causa a hiperidrose?

A hiperidrose não tem causas conhecidas, mas está relacionada diretamente a fatores genéticos e hereditários. Provavelmente quem sofre desse problema tem algum parente com a mesma condição.

A hiperidrose pode acontecer em qualquer idade, principalmente com as mulheres. Muitas vezes o suor excessivo acontece espontaneamente e ocorre com mais facilidade em situações em que as emoções estão alteradas.

A hiperidrose tem tratamento?

Existem vários tratamentos para a hiperidrose. Uma opção de tratamento seguro, efetivo e minimamente invasivo é a aplicação de botox (toxina botulínica) nas regiões que são afetadas pelo suor excessivo.

O tratamento alivia o incômodo, reduzindo consideravelmente a produção de suor pelas glândulas sudoríparas. É indicado aos pacientes que suam excessivamente pelas mãos, pés e axilas.

O procedimento é rápido, indolor, sendo realizado no próprio consultório médico. Os resultados do tratamento com toxina botulínica duram de seis a oito meses; após esse período, é necessário realizar novas aplicações.

Para saber mais sobre o tratamento para hiperidrose com botox (toxina botulínica), agende uma consulta com o Dr. Petrônio Fleury através dos números (62) 3945-2039, (62) 99954-2094 ou acesse o site www.petroniofleury.com.br