Acompanhe as novidades

Mamas pequenas? Saiba o que é Hipomastia

Publicado em 12/11/2018Mamas pequenas? Saiba o que é Hipomastia

São várias as disfunções mamárias relacionadas ao desenvolvimento das mamas. Uma delas é a hipomastia, caracterizada por mamas que tiveram pouco crescimento, ou em alguns casos, nem se desenvolveram.

Quer saber mais sobre hipomastia? Continue lendo este artigo.

O desenvolvimento das mamas e a Hipomastia

O crescimento das mamas se inicia no período da puberdade, entre anos 8 e 13 anos, e está relacionado aos hormônios estrógeno e progesterona. As mamas chegam ao seu desenvolvimento final entre 17 e 18 anos. Portanto, a hipomastia pode afetar mulheres de todas as faixas etárias, pois além da puberdade, ela pode ocorrer com a perda de peso e gravidez.

Como se caracterizam as mamas com Hipomastia?

Uma das características da hipomastia é o peso, que geralmente é caracterizada por mamas com menos de 300 gramas, pode ser bilateral (nas duas mamas) quanto unilateral (em uma mama).

A hipomastia unilateral pode acarretar em assimetria mamária, podendo ser corrigida através de intervenção cirúrgica com implante de próteses de silicone. A disfunção não causa nenhum transtorno físico, mas, pode influenciar na autoestima feminina.

Como lidar com a Hipomastia

A hipomastia pode ser tratada com implante de próteses de silicone (mamoplastia de aumento). A internação para o procedimento estético dura em média de 12 a 24 horas e seu pós-operatório pode apresentar dores discretas que são controladas com analgésicos indicados pelo médico. É necessário evitar movimentos com os braços por pelo menos 30 dias.

Para saber mais sobre cirurgia plástica para correção de hipomastia, agende uma consulta com o Dr. Petrônio Fleury através dos números (62) 3945-2039, (62) 99954-2094 ou acesse o site http://www.petroniofleury.com.br/